Bem vindo ao nosso site!

Conheça um pouco sobre a nossa história...

Imagem Sobre

Da noiva para o noivo:

Dizem por aí que recordar é viver. Então, lá vamos nós contar um pouquinho da nossa história!

Meu amor, a primeira coisa que tenho para te dizer é que você é a resposta de todas as minhas orações (só não vale ficar convencido, hein)!

Desde cedo, muito cedo, eu já sabia da sua existência! Mas claro que você não sabia da minha, afinal, ninguém na época da escola olhava para as meninas gordinhas, cheias de sardas e ainda por cima que usavam aquele aparelho horrível conhecido como “freio-de-burro”, então é justificável! E a vida demorou para nos aproximar e colocar um no caminho do outro. Entre idas e vindas muitos anos se passaram. Acabou a época de escola, faculdade e, finalmente, quando “assumimos nossas responsabilidades de adultos” foi que nossos destinos se encontraram, e foi ai que tudo começou!

E o assunto que nos uniu foi: o fim do mundo! E foi conversa pra lá, conversa pra cá e, entre um convite e outro que nunca dava certo, um belo dia deu! E tinha tudo pra não dar, mas fomos mais persistentes e insistentes! Claro que eu tenho que agradecer a Elaine pelo empurrãozinho (te devo uma), com uma simples pergunta, se eu era sua namorada. E a partir daí todos vocês já conhecem a história! 

Eu admiro você Rafael. ser humano, homem, profissional, noivo e prestes a ser marido!

Não prometo que todos os dias serão fáceis e leves, mas te prometo uma esposa presente, companheira, que vai estar ao seu lado e te apoiando por todos os dias da sua vida!

De sua noiva,

Bruna da Graça Martins

 

Do noivo para a noiva:

Como diz a letra de uma das mais belas composições do saudoso Renato Russo: quem um dia irá dizer que não existe razão nas coisas feitas pelo coração?

A meu ver, sem titubear, essa é uma das grandes virtudes do ser humano: dar voz ao coração ao invés da razão. E isso, para quem me conhece, não é tão simples assim.

Ainda guardo em minhas recordações o dia em que Deus me apresentou a Bruna. Talvez fosse para ser um dia normal de trabalho para mim e para ela, mas foi diferente.

Dizem que a tecnologia tem o condão de aproximar pessoas, mas foi a falta dela que nos uniu, pois se naquele dia, naquele exato momento, o sistema dos Correios não estivesse indisponível eu não teria recebido um comprovante manual de postagem com o nome e assinatura da mulher que, anos mais tarde, seria minha noiva e futura esposa.

Embora a sua ausência tenha nos “apresentado”, foi por meio da tecnologia que nosso amor começou a florir. Através daquele bilhetinho escrito a mão, da qual a grafia sempre admirei, foi que lhe adicionei nas redes sociais e iniciamos uma intensa troca de mensagens.

Entre um papo furado aqui e outro ali e alguns meses de xaveco manjado, consegui, finalmente, que ela aceitasse meu convite para sair.

No primeiro encontro deu quase tudo errado, quase tudo. Ela não gostou do meu perfume, eu quase não tive dinheiro para pagar a conta e fomos embora cedo (só mais tarde fui perceber que ela dorme com as galinhas)!

Mas na despedida, apesar de todos os atropelos, consegui um beijo maravilho e a promessa de que haveriam outros, outros e mais outros! Foi nesse momento, nesse exato momento, que meu coração se apaixonou e eu tive a certeza de que ela era a mulher da minha vida, pois como diz a música, não existe razão nas coisas feitas pelo coração!

Como ela mesmo disse, um dos primeiros assuntos sobre os quais conversamos foi: o fim do mundo. Hoje, tenho a certeza de que o meu mundo é ela e que se ele acabar não quero estar em outro lugar, senão ao seu lado!

Eu lhe admiro como mulher, amiga, companheira e profissional e, prometo-lhe ser fiel, permanecendo ao seu lado por todos os momentos de nossas vidas até quando for da vontade de Deus, pois o meu amor por você não vem só da razão, mas principalmente do fundo do meu coração! Te amo!

 

De seu noivo,

Rafael Grecco Beffa